Macambira

s.f. planta muito parecida com babosa, mas é mais estreita. Ex: O preá ficou atrás da mancambira.

 

 

Maranhão

s.m. cordão grosso usado para sustentar a rede no torno. Ex: O maranhão da rede tá soltando.

 

 

Moça veia

Expressão que significa que uma mulher acabou ficando solteira, não se casou e nem constituiu família. Uso: Se continuar assim, vai terminar moça véia.

Magote

s.m. muitas pessoas juntas. Ex: Onde vai esse magote de menino?

 

 

Marchante

mar.chan.te/substantivo. Nome dado à pessoa que compra gado ou criação a ser destinada a abate. - (...) inda ontem eu vi o marchante comprando os bichos (LOPES, 1992, p. 74).

Mocidade

Expressão que significa que uma mulher acabou ficando solteira, não se casou e nem constituiu família. Uso: Se continuar assim, vai terminar moça véia.

Malamanhado

adj. desajeitado. Ex: Esse vestido ficou malamanhado em você.

 

 

Marmelada

mar.me.la.da/substantivo. 1. Doce feito a base de fruta com açúcar e cozido ate se transforma é um doce com a textura bem densa. 2. Doce de Marmelo (BUENO, 1898) 3. Roubalheira em jogo com o apoio do juiz, vitória de um clube ou grupo de pessoas em jogo contando com facilitações (BUENO, 1898) Uso: André gosta muito de marmelada de goiaba

Mocó

s.m. animal que vive nos lajedos e pé de serra, é parecido com preá. Ex: Trouxe um mocó do mato.

 

 

Malandragem

ma.lan.dra.gem/substantivo. 1. Atitude repreensível, contrária às convenções. 2. Fazer coisa errada. Uso: Sem vergonhice, desrespeitos, malandragem, mentiras, enganação, carestia

Marmeleiro

mar.me.lei.ro/substantivo. Árvore da família das rosáceas (Pyrus cydonia) que apresenta ramos em forma de longas varas, e cujos frutos (marmelos) são grandes, carnosos, ácidos e adstringentes.

Môco

adj. surdo. Ex: Ele parece que ficou môco.

 

Malhada

ma.lha.da/substantivo. 1. Espaço de terra limpo onde o criatório se deita ao entardecer. 2. Amalhador. Uso: O resto do gado também chega pela malhada e vai se deitando

Marrão

mar.rão/substantivo. Cria de cabra ou de ovelha entre três e cinco meses. A partir de seis meses, bodeco ou carneirote, transformando-se em bode ou carneiro com um ano. Uso: É preciso fazer os apurados: junta-se a criação e lá se vão os marrãos de cabra e os carneirotes de pele (LOPES, 1992, p. 75).

Mocotó

s.m. tornozelo. Ex: Torceu o mocotó.

 

 

Malva

s.f. planta pequena que serve de alimento para a criação. Ex: o terreiro ta cheio de malva.

 

 

Marujo

ma.ru.jo/substantivo. Nesse caso é o devoto de São Benedito que dança em ritual especial em sua reverência.Uso: Rezar uma reza bem rezada, ter devoção por santo forte, caminhar em procissão, dançar as danças de marujo, de caboclo... (LOPES, 1992, p. 49).

Mofina

mo.fi.na/adjetivo. Medroso, covarde. Uso: Primeiro, que tem que ser sério e valente, soldado mofina morre logo ou senão sai escorraçado do lugar (LOPES, 1992, p. 79).

Manaíba

ma.na.i.ba/ substantivo. Tronco, caule da mandioca que se corta em pedaços para o plantio. (BUENO, 1898) Uso: Pedro sempre corta a manaíba para poder plantar.

Masseta

mas.se.ta/substantivo. 1. Amassar algo. 2. Bater bem forte em alguma coisa até deformar. Uso: Maria masseta bem a massa do ao para que ele fique fofinho.

Mofumbo

m o . f u m . b o / s u b s t a n t i v o . Vegetação muito fechada, moita grande. Uso: O rio, a vazante, os peixes, a enxada, a canoa, a plantação, a zuada do vento nas palhas das carnaubeiras, os mofumbos, os bichos do rio (LOPES, 1992, p. 48).

Mandaçaia

s.f. abelha que produz mel de ótima qualidade. Ex: Comprou mel de mandaçaia.

 

 

Matutar

ma.tu.tar/verbo. Pensar, raciocinar. Uso: Aí... é preciso ‘arreunir’ os velhos para ouvir, matutar, recordar os ditos idos, olhar, conversar e, no final de tudo, fazer a compreensão (LOPES, 1992, p. 24).

Moio

mo.i.o/substantivo. Pequenas porções de carne, legumes e verduras sempre cozidos. Uso: Mariana fez um môio de abobora para o almoço.

Mandacaru

man.da.ca.ru/substantivo. N.E. Bot. Grande cacto (Cereus jamacaru), de porte arbóreo, tronco grosso e ramificado, que pode fornecer madeira na base, flores enormes, alvas, que se abrem à noite, e cujos ramos têm de quatro a cinco ângulos, sendo o fruto uma baga espinhosa. É planta das mais características da caatinga nordestina, e serve de alimento ao gado na seca.

Matutice

ma.tu.ti.ce/substantivo. Coisa de gente do mato, pensamento de gente do mato, incivilizada. Matutice, burragem, atraso (LOPES, 1992, p. 94).

Moita

s.f. planta baixa. Ex: Deixe a corda atrás da moita.

 

 

Mandala

m a n . d a . l a / s u b s t a n t i v o . [Filosofia, Religião] Diagrama geralmente circular e com formas geométricas, que representa o universo. (FERREIRA, 2014) Uso: A mandala planta-se frutas e verdura e cria-se peixes e patos. (IRPAA, 2010)

Maxixe

ma.xi.xe/substantivo. 1. [Botânica] Fruto do maxixeiro, cuja casca tem pequenos apêndices flexíveis. 2. Planta da família das cucurbitáceas que dá esse fruto. (FERREIRA, 2014) Uso: A riqueza que é o reisado, a congada, o maracatu o samba de veio, o feijão verde o maxixe, a delícia que é o beiju a carne de sol e a rapadura com farinha. (IRPAA, 2008)

Molestar

mo.les.tar/verbo. Fazer mal ao próximo. Quem não quer ser molestado, não molesta.

Mandurim

s.m. colméia. Ex: Derrubou um mandurim.

 

 

Meação

me.a.ção/substantivo. Trabalho cuja remuneração equivale à metade da produção. Uso: (...) trabalho por dia, empreita, meação (LOPES, 1992, p. 87).

Molhação

m o . l h a . ç ã o / s u b s t a n t i v o . Irrigação. Molhar as plantas e verduras para que elas cresçam. Uso: O feijão que deu depois da molhação.

Manejo

ma.ne.jo/substantivo. É a ação de conjugar as atividades manuais com a tecnologia avançada, com o objetivo de definir ou traçar decisões a serem tomadas em um sistema de produção agropecuário. (FERREIRA, 2014) Uso: O manejo incorreto de animais contribui para o fenômeno da desertificação. (IRPAA, 2012)

Meeiro

me.ei.ro/adjetivo. Aquele que é remunerado com a metade da produção de seu trabalho. Uso: O meeiro se esforça, o proprietário 1992, p. 86).

Monoculturas

mo.no.cul.tu.ras/substantivo. Cultura de um só produto agrícola (ex.: monocultura do eucalipto). (FERREIRA, 2014) Uso: A agricultura moderna reger o uso intensivo de agrotóxicos e outros insumos químicos devido as plantações de monoculturas e o aparecimento de pragas persistentes. (IRPAA, 2011)

Manejo da água

Locução adjetiva. É a ação deconjugar as atividades manuais com a tecnologia avançada, com o objetivo de definir ou traçar decisões a serem tomadas em um sistema de produção agropecuário. (FERREIRA, 2014) Uso: A ASA trouxe essa oportunidade de trazer a cisterna junto com esses cursos do manejo da água. (IRPAA., 2013)

Mel em favo

Alvéolo de cera em que a abelha deposita o mel. (FERREIRA, 2014) Uso: Eu produzo mais a parte de apicultura, mel, mel em favo. (IRPAA, 2011).

Moringa

s.f. tipo de garrafa de barro que serve para conservar a água fria. Ex: Já encheu a moringa do quarto?

 

 

Manejo de caatinga

Uso sustentável da caatinga. Uso: Temos uma área pequena de manejo de caatinga. (IRPAA, 2010).

Melado

me.la.do/substantivo. 1. Caldo de cana-de-açúcar que é cozido por muito tempo ate aderir à consistência de um mel (BUENO, 1898). 2. Sujo ou lambuzado. (BUENO, 1898) 3. Pessoa excessivamente meiga.

Morredeira

Mor.re.dei.ra/substantivo. Muitas mortes. Uso: Vai ser uma morredeira, um berreiro ‘véio’ fraco e triste, entristecendo o silêncio do mato de folhas murchas (LOPES, 1992, p. 19).

Manejo de caprinos

Expressão adjetiva. É a ação de conjugar as atividades manuais com a tecnologia avançada, com o objetivo de definir ou traçar decisões a serem tomadas em um sistema de produção agropecuário. (FERREIRA, 2014) Uso: O manejo de caprinos não é coisa somente de homens. (IRPAA, 2010)

Melefote

s.m. adolescente. Ex: Esse melefote é seu filho?

 

 

Mortandade

mor.tan.da.de/substantivo. Morte. Uso Aqui, ali se olha para a vaca, sem muita crença na mortandade dela

Manejo de solo

Expressão adjetiva. Gerência, direção. (FERREIRA, 2014) Uso: No manejo do solo agente procura fazer a cobertura do solo. (IRPAA, 2011).

Meninoca

m e . n i . n o c a / s u b s t a n t i v o . Menina nova Uso: Era eu muito meninoca àquela época

Muçambê

s.m. planta medicinal usada para curar gripe. Ex: Tome esse chá de muçambê.

 

Mangação

s.f. gozação. Ex: Essa roupa só vai servir de mangação.

 

 

Meter-a-cara

Expressão que significa se jogar com tudo em alguma coisa que se quer muito. Uso: Meti a cara e consegui.

Mulona

mu.lo.na/substantivo. Variação de mula fêmea do mulo Uso: João tem uma mulona bem bonita.

Maniçoba

ma.ni.ço.ba/substantivo. Folhas da mandioca, serve moídas e cozidas, pode servir de acompanhamento de pratos, (BUENO, 1898) é uma grande fonte de vitamina. Planta de porte médio que produz borracha.( BUENO, 1898)

Migração

mi.gra.ção/substantivo. 1. Ato ou efeito de migrar. 2. Ato de passar de um país ou de uma região para outro. (FERREIRA, 2014) Uso: Muitas pessoas foram embora do sertão ocasionado as migrações. (IRPAA, 2009).

Mulungu

s.m. árvore que dá flor e semente que serve de enfeite. Ex: Esse colar é de mulungu.

Manipuera

s.f.1.calda extraída da prensagem da mandioca. 2. contém ácido cianídrico. 3. nociva á alimentação humana e animal. Ex. Essa calda de manipuera está matando mais do que inseticida.

Mijão

s.m. roupinha para recém-nascido. Ex: Comprou um mijão para o neto.

 

Mumunhar

v. fazer as coisas muito devagar, enrolar para o tempo passar. Ex: Só faz as coisas mumunhando.

 

Manjerona

man.j e.ro.na/subst ant ivo. Planta medicinal, seve para fazer chá (BUENO, 1898) e também é cultivada por conta de suas folhas aromáticas, que serve para o uso culinário verde ou seca.

Mingua

mín.gua/substantivo. 1. Escassez. 2. Falta do necessário. Uso: O homem não pode deixar o bicho morrer à míngua.

Munheca

s.f. pulso. Ex: Machucou a munheca.

 

Manparra

s.f. assombração. Ex: Tenho medo de manparra.

 

 

Minguar

min.guar/verbo. Faltar, acabar, cessar. Uso: Mas... e se o tempo minguar? A coisa aí... nem é bom pensar (LOPES, 1992, p. 19).

Munturo

s.m. fundo da casa onde se joga lixo. Ex: Jogou a terra no munturo.

Mansa

man.sa/adjetivo. Calma. Uso: Nesse tempo, as almas ficam mais mansas e quase não metem medo de arrepiar (LOPES, 1992, p. 63).

Missi

s.m. grampo de cabelo. Ex: Prenda o cabelo com um missi.

 

Muriçoca

s.f. pernilongo. Ex: O quarto encheu de muriçoca.

 

Manuê

s.m. bolo de fubá. Ex: Merendou um manuê que trouxe de casa.

 

 

Mizago

s.m. dobradiça. Ex: O mizago da porta enferrujou.

 

 

Muruim

s.m. inseto. Ex: A casa da cunhada tá empesteada de muruim.

 

Maracatu

m a . r a . c a . t u / s u b s t a n t i v o. Rancho carnavalesco que baila. (FERREIRA, 2014) Uso: A riqueza que é o reisado, a congada, o maracatu o samba de veio, o feijão verde o maxixe, a delícia que é o beiju a carne de sol e a rapadura com farinha. (IRPAA, 2008)

Moça bulida

Expressão. 1. Moça que perdeu a virgindade antes do casamento. 2. Bolida. Uso: Uns de pé, outros acocorados trocam informações ligeiras: a carestia, o animal sumido [...], moça bulida, o furto cometido. (LOPES, 1992, p.27).

Mussucar

v. bater. Ex: Pare de mussucar seu irmão!

 

Universidade do Estado da Bahia - UNEB - Departamento de Ciências Humanas - DCH - Campus III
Rua Edgar Chastinet, s/n, São Geraldo - 48.905-680, Juazeiro - Bahia - Brasil
Desenvolvido por Kikovillar


  • parceiro03
  • parceiro 4
  • uneb_banner
  • banner  264 x 233 px 1